• Daniel Conde

Zoelae Trail - Das sombras à luz!

Está concluído o 3º Zoeale Trail, em Bragança!


A edição deste ano teve o tema "Das sombras à luz", e a cor dominante passou do azul do ano passado para o amarelo.


O nome "Zoelae" (pronuncia-se "Zoelai") vem directamente do latim, e é o plural de Zoela, que era o nome do povo celta que habitava nesta região antes da chegada dos romanos. Assim, em jeito de homenagem, a organização deste trail decidiu baptizá-lo com o nome dos seus antepassados.


Com partida para os atletas do Trail Longo (30 km) e do Trail Curto (20 km) localizada na aldeia de Rebordãos, os primeiros subiram até ao cume da Serra da Nogueira (1319 m), num percurso que divergia do do Trail Curto logo na zona de partida, e os segundos chegaram até aos 950 m de altitude, junto às ruínas do castelo de Rebordãos, antes de começar a descer até Bragança.



O primeiro abastecimento (sólido e líquido) estava situado ao km 8, no santuário de Nossa Senhora da Cabeça - de onde partiu ainda o Mini Trail e a Caminhada (ambos com 10 km de extensão), com uma ampla vista para a albufeira da barragem da Castanheira. Daqui, o percurso ladeia este espelho de água, desce até ao IP4, e atravessa uma primeira vez o rio Fervença imediatamente à entrada de Bragança. Alguns lameiros de permeio, uma travessia refrescante pelo rio Fervença, o atravessamento da Linha do Tua, e a ciclovia (com um último abastecimento líquido) e os passadiços do Fervença levam-nos até ao morro do castelo, às portas do qual se encontra finalmente a meta.



Agosto é um deserto de provas de corrida, seja de rua seja de trail, pois as organizações temem - e bem! - que o calor excessivo do Verão afaste os potenciais interessados. É assim um acto de coragem acrescido apostar neste mês para um trail, ainda por cima numa zona de amplitudes térmicas tão díspares quanto a que circunda Bragança - dos habituais 5 graus negativos no Inverno, aos 35 graus no Verão. Afinal, estamos em Trás-os-Montes, onde temos "Nove meses de Inverno, e Três de Inferno". Mas, tal como no ano passado, São Pedro aliou-se à organização, e proporcionou uns imaculados 12 ºC na hora da partida. Spot on.


Aos atletas foi ainda oferecido um almoço de massas, e um bolo regional - o Económico - para rematar.


O kit de participação trouxe dois mimos de destacar: uma bela embalagem de chourição de porco bísaro, e um canivete personalizado com os símbolos do Zoelae. Impec!


Mais uma experiência inesquecível, com vontade de voltar para o ano!


Site oficial da prova

https://www.zoelaetrail.com/

49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo